Siga-me

Navegue por categoria

Últimos posts

DETOX EMOCIONAL: COMO COMBATER A ANSIEDADE?

O que acontece com o nosso corpo quando não nos alimentamos adequadamente? Ficamos indispostos, e, com o passar do tempo, podemos desenvolver uma série de enfermidades, como câncer, diabetes, asma…

Assim, ocorre com nossas emoções… Por isso, precisamos nos desintoxicar… Precisamos eliminar de nossas vidas todos os sentimentos destrutivos, para que não sejamos mais roubados nos nossos relacionamentos.

Quando perdemos o controle das situações, perdemos o controle das situações…

Além das guerras internas, enfrentamos diariamente uma guerra espiritual… Acredite você ou não, o mundo espiritual existe… Ignorá-lo não te isentará dele! Se não estivermos protegidos com o escudo da fé, qualquer situação adversa nos tira do eixo…

Neste estudo, eu quero abordar um dos maiores males do século 21, a ansiedade!

Por que é importante listar o que nos deixa intranquilos? Porque é a melhor maneira de identificarmos quais são as raízes dos problemas e desenvolvermos mecanismos para gerenciá-las…

Fazendo estes questionamentos, eu percebi que, muitas vezes, eu era boa demais para os outros… Sempre prestativa, disposta… Mas era péssima para mim… Sempre me deixava para segundo plano…

O excesso de exigência em relação aos resultados sempre me deixou ansiosa… A necessidade de sempre me aprimorar, acaba me deixando ansiosa, porque eu deixo de desfrutar de momentos de lazer ou até mesmo de celebrar minhas vitórias diárias.

Quando identificamos quais são os gatilhos que geram ansiedade em nós, fica mais fácil combatê-la. E a minha missão neste texto é te ajudar a vencê-la, assim como eu aprendi…

O primeiro ponto que eu quero destacar é que você não está sozinho nesta batalha. 80% da população mundial já tiveram, em algum momento, crises de ansiedade.

As crises de ansiedade são fruto de um acumulo de situações estressantes. Geralmente, manifestem-se em momentos de mudanças, de transição… Isso gera em nós insegurança, porque passamos a depender de pessoas, de estruturas, de circunstâncias externas… São situações de ameaça!

A raiz da ansiedade é o medo do futuro…

Podem ser fases no relacionamento… Muitas mulheres ficam ansiosas e inseguras porque, em algum momento, seus parceiros demonstraram traços de deslealdade… O medo de perdê-lo, de sair traída, de ser trocada as leva à ansiedade e, consequentemente, a ter comportamentos obsessivos e sufocantes.

Outro fator o que os especialistas chamam de “síndrome do pensamento acelerado”. É quando ficamos alimentados pensamentos destrutivos… É como se fosse um vício mesmo…

Diariamente, somos bombardeados de informações, ficamos conectados com várias pessoas e tratamos de vários assuntos ao mesmo tempo… Fora as demandas diárias… Se não tivermos uma boa gestão mental, ficamos esgotados…

O nosso maior índice de consumo de energia diário vem do nosso cérebro. E ele, assim como os outros membros do nosso corpo, precisa de descanso.

Precisamos ter consciência de que a maioria dos problemas é construída dentro de nós, por meio de pensamentos… Por isso que sofremos além do necessário, por isso nos desgastamos tanto… Essa aceleração mental nos sobrecarrega fisicamente e emocionalmente.

Outro fato que influencia são os ambientes. Se você convive com pessoas ansiosas e inseguras, é natural que você desenvolva isso também.

Uma das maneiras mais eficazes de eliminarmos sentimentos tóxicos é nos afastarmos de pessoas que despertem estas sensações em nós. Existem pessoas que têm um padrão de pensamento contaminado, porque sua leitura das situações é totalmente negativa…

Outra estratégia de combate é identificarmos os traços mais marcantes da nossa personalidade… Por exemplo, eu gosto de cuidar, ensinar… Existem pessoas que têm o dom da arte, o que requer uma sensibilidade maior… Isso pode ser transferido para outras áreas… Artistas geralmente são mais intensos do as outras pessoas… São mais detalhistas e mais intensos! A arte é uma expressão da nossa alma e dos nossos dons. É algo muito profundo… Por isso que as canções despertam sensações em nós: alegria, tristeza… Nem sempre boas músicas passam boas energias.

Se você já é sensível por natureza, precisa investir ainda mais na sua gestão emocional. Precisa ter filtros, para que a ansiedade não te transforme em um escravo do desconhecido!

Na minha caminhada, eu aprendi que a ansiedade não elimina as dores futuras, mas pode matar as possibilidades que são construídas no presente. Ela nos impede de vivermos, de maneira equilibrada, o agora. Muitas vezes, ficamos saudosistas demais, achando que o nosso futuro nunca superará o passado… Tornamo-nos eternos insatisfeitos!

Deixamos de aproveitar, intensamente, o hoje! É como comer sem mastigar… Sabe aquela sensação de que você comeu, mas não saboreou o alimento e ele não te saciou… É este efeito que a ansiedade produz em nós…

Agora que identificamos alguns gatilhos que despertam a ansiedade, vamos abordar estratégias para não sermos mais dominados por ela?

Pergunte-se, em primeiro lugar, o que te faz feliz? Estar com a família? Cantar? Viajar? Trabalhar? Estudar? Contemplar a natureza?

Perceba que o que realmente te deixa feliz não tem nenhum tipo de relação com questões materiais! Então, por que, na maioria das vezes, ficamos desesperados por causa de questões materiais? Elas são importantes? São! Mas não são definitivas, a ponto de alterar tanto o nosso estado de espírito.

Existem algumas técnicas que a ciência nos ensina que podem nos ajudar em momentos assim:

– Ter um tempo para pensar

É melhor maneira de você gerenciar os pensamentos.

À noite, eu faço uma lista de todas as situações que me deixaram ansiosa naquele dia… Depois de finalizá-la, eu me pergunto: Qual delas afetará minha vida daqui dez anos? E a resposta é sempre a minoria… O que isso significa? Que as demais não merecem meu foco…

Para mim, o melhor momento para meditar é na hora da oração, pois é quando eu faço um alinhamento espiritual e emocional.

1 Pedro 5.7: “Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós!”.

Nos meus momentos de oração, eu coloco diante do Senhor tudo o que tem tirado minha paz! Não tem como Ele cuidar, se eu não apresentar as minhas questões. Ou você confia em Deus ou você não confia! Confiar é entregar e descansar!

Por que erramos tanto? Porque insistimos em ser nossos próprios deuses, porque não colocamos nossa vida nas mãos do Senhor!

– Montar a lista, mas com as lentes da gratidão

Ao lado de cada situação listada, coloque pelo menos um bom motivo para você grato por ela…

Nós, infelizmente, temos o péssimo hábito culpar os outros. Isso é terceirizar a responsabilidades de nossas vidas…

“Eu sou assim, porque meu pai sempre foi ausente!”; “Eu estou assim, porque meu marido me traiu!”; “Eu fiz isso, porque ela me agrediu primeiro”…

Em vez disso, seja grato… “Meu pai sempre foi ausente. Mas eu sou grata pelas outras pessoas que o Senhor colocou no meu caminho e cuidaram de mim!”; “Meu marido me traiu. Mas eu te agradeço, Senhor, por me fortalecer neste momento tão difícil e me dar sabedoria para lidar com tudo isso…”; “Senhor, ela me machucou. Mas eu sou grata, porque, diante daquelas afrontas, eu consegui manter o controle.”…

Realmente, existem pessoas que nos fizeram e nos fazem mal…  Ninguém está livre de se deparar com elas… Até Jesus foi traído! Mas, antes de usá-las para justificar suas desgraças, reflita: Como você seria hoje se não as tivesse conhecido? Você seria tão forte? Tão humano? Tão experiente? Tão determinado? Tão belicoso?

Lembre-se de que nada acontece “contra nós”, mas “para nós”! Nada vem para a nossa destruição, mas para a nossa evolução…

Ao escrever o que tem tirado sua paz, pense em como aquilo tem te tornado mais forte…

Só pode dizer que viveu de verdade aqueles que têm história para contar!

Outro ponto importante é que não podemos transformar nossos pensamentos em crenças limitantes, porque são essas crenças que geram em nós a ansiedade e a consequente paralisação.

Precisamos transformar nossa ansiedade e nossa insegurança em força para vencer o que veio nos derrubar… Precisamos aprender a criticar e confrontar nossos pensamentos…

Se existe algo que te intimida no trabalho, por exemplo… Em vez de pensar que você não é capaz de driblar aquela situação, pense que você tem tudo para aprender e evoluir…

Abandone, de uma vez por todas, a autopiedade!

Deus não permite que passemos por nada que não possamos enfrentar! O Senhor conhece o “suportômetro” de cada um…

– Libertar-se das mágoas e das frustrações do passado

Aprenda a deixar o passado no lugar dele!

Salmos 103.12: “Quanto dista o Oriente do Ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões.”

Filipenses 3.13 e 14: “Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.”

Sempre é tempo de fazer o que é certo! Não podemos transformar nossos erros e os erros dos outros no funeral dos nossos sonhos!

– Ter válvulas de escape saudáveis

Nada de descontar na comida ou em compras…

Em vez disso, tenha um contato maior com natureza, ore mais, tenha momentos de descontração com seus amigos…

Outro grande aliado são os exercícios físicos… São uma excelente terapia, pois liberam endorfina, oxitocina, dopamina e serotonina, que são os famosos hormônios da felicidade!

A ciência comprova que a ansiedade inibe a ação de diversos hormônios que nos trazem a sensação de bem estar. Então… Uma caminhadinha de 30 minutos por dia pode fazer uma grande diferença!

– Cultivar bons relacionamentos

Fazer parte de uma comunidade, de um grupo de apoio… é essencial. Uma boa estratégia é se envolver mais nas atividades da igreja…

Como eu mencionei anteriormente, os ambientes interferem, sim…

– Sorrir e rir mais

Coloque pitadas de humor em cada situação… Tenha amigos que te façam rir… Quando tiver um tempinho livre, assista vídeos engraçados… séries… filmes…

– Respirar fundo

Já experimentou? Então, você certamente sentiu algum grau de relaxamento. E agora sabemos o porquê disso. A resposta está no chamado Complexo pré-Botzinger, um grupo de células que fica no bulbo neural – região que conecta o cérebro à medula espinhal – e foi descrito pela primeira vez em 1991. O Complexo funciona como se fosse um “marca-passo da respiração”, ou seja, é graças a ele que o seu organismo inspira e expira, milhares de vezes por dia, sem que você precise pensar nisso. Mas ele faz outra coisa também…

Cientistas da Universidade da Califórnia descobriram que o Complexo se comunica com outra área do cérebro: o locus coeruleus (LC), uma região que gerencia o nível de alerta – portanto, de estresse – do indivíduo. Respirar fundo e lentamente provoca alterações no Complexo, que envia sinais elétricos para o locus coeruleus, que deixa você calmo.

Inspirar por uma narina e expirar pela outra é uma excelente técnica também!

– Aprender a dizer “não” ou colocar limites

Precisamos aprender a estabelecer prioridades! Você não precisa agradar todo mundo o tempo todo!

Precisamos aprender a viver cada fase da melhor maneira possível… Foque no que é realmente importante… Não gaste energia com questões que não estão no seu controle…

Por exemplo, se sua prioridade é trabalhar e estudar, por que você fica pensando em namorar? Quanto mais focada você estiver nessa área, mais ansioso você ficará! O risco de você embarcar em uma grande barca furada é muito grande!

Em vez de resolver a questão, você ficará mais angustiado ainda… Invista em você, primeiro… Trabalhe, estude, cuide-se, viaje… E o resto vai se encaixar? O amor simplesmente acontece…

– Troque as preocupações por orações!

A ciência já comprovou que, além de aclamar, a oração pode ter muitos efeitos terapêuticos. Sem contar que é uma arma espiritual de guerra muito potente!

Quando oramos, ativamos a nossa fé e colocamos nossas vidas nas mãos daquele que pode todas as coisas…

– Para cada prioridade, tenha um plano de ação

Nada de procrastinação…

Se puder, deixe sempre as atividades mais chatas no topo da sua lista diária… Assim, você terá mais energia e disposição para elas! Priorize as obrigações…

– Tenha um propósito de vida!

Busque-o em Deus!

Como já abordamos a ansiedade emocionalmente, quero deixar também algumas armas para você combatê-la espiritualmente:

1- Lance o que tem tirado sua paz sobre Deus

A ansiedade resolve ou aumenta ainda mais nossos problemas? Então, lance-a no lugar certo!

1 Pedro 5.7: “Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós!”.

Peça para Ele sabedoria e paz para lidar com cada uma delas!

2- Viva um dia de cada vez!

Preste atenção no que Jesus ensinou:

Mateus 6.25 a 34: “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves?

Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé?

Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.”

3- Tenha consciência de quem você é em Deus

Ansiedade é sintoma de que seu nível de confiança em Deus está baixo!

1 João 4.18: “No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor. Nós amamos porque ele nos amou primeiro.”

Quando eu tenho convicção de que sou filha de Deus, que Ele me ama e que Ele está no controle de tudo, inclusive dos fios de cabelo que caem da minha cabeça… eu sinto paz, mesmo em meio às tempestades!

4- Pratique a gratidão

Traga à memoria o que te dá esperança! Quem disse que o seu futuro não pode ser melhor do que o seu passado?

Lamentações 3.21: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança.”

Termine o dia fazendo um balanço de tudo o que Deus fez por você, e agradeça!

1 Tessalonicenses 5.18: “Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.”

5- Coloque Deus no topo!

Mateus 6.33:  “…buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.”

O que nos é acrescentado? A paz, a sabedoria, a alegria…

6- Use as armas que Ele te deu

Quando não temos discernimento, acabamos incorporando as informações manipuladas que recebemos ao longo do dia.

2 Coríntios 10.4 e 5: “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo…”

Em vez de reclamar, clame, profetize…

Satanás é um espírito oportunista… Uma mente ansiosa é o ambiente mais oportuno para ele agir… Por isso, elimine as brechas!

Quanto mais ansiosos, mais vulneráveis. Quando perdemos o controle de nossas emoções, perdemos o controle das emoções…

Quando levamos nossos pensamentos à obediência de Deus, quebramos as fortalezas mentais!

7- Seja radical, convicto…

Precisamos discernir e driblar as influências externas que podem nos tirar do foco.

Mateus 16.21 a 23: Desde esse tempo, começou Jesus Cristo a mostrar a seus discípulos que lhe era necessário seguir para Jerusalém e sofrer muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes e dos escribas, ser morto e ressuscitado no terceiro dia. E Pedro, chamando-o à parte, começou a reprová-lo, dizendo: Tem compaixão de ti, Senhor; isso de modo algum te acontecerá. Mas Jesus, voltando-se, disse a Pedro: Arreda, Satanás! Tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e sim das dos homens.”

Pedro queria influenciar Jesus com um discurso de preservação. As intenções dele eram boas. Mas Jesus deixou claro que nada podia tirá-lo da missão que Deus havia designado para Ele!

Muitas vezes, para não sermos influenciados pelos ambientes e pelas pessoas, precisamos ser radicais, assim como Jesus foi com Pedro.

Lembre-se de que o Senhor é contigo! Em vez de alimentar seus medos, alimente sua fé! Ela é a força interior que você precisa para romper todas as barreiras!

8- Pratique o bem, sem esperar retorno!

Quem divide sempre tem!

Romanos 12.21: “Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.”

Gálatas 6.9: “E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos.

9- Antes de dormir, desacelere e ore!

Uma hora antes de dormir, desconecte-se das redes sociais e conecte-se com Deus!

10- Comece o dia profetizando e agradecendo!

Tenho certeza de que, se você seguir esses passos, a ansiedade não atrapalhará mais a sua caminhada!

You Might Also Like