Siga-me

Navegue por categoria

Últimos posts

Quem fala o quer…

Provérbios 13.3: “O que guarda a boca conserva a sua alma, mas o que muito abre os lábios a si mesmo se arruína.”

Tiago 3.5: “Assim, também a língua, pequeno órgão, se gaba de grandes coisas. Vede como uma fagulha põe em brasas tão grande selva! Ora, a língua é fogo; é mundo de iniquidade; a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro, e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também é posta ela mesma em chamas pelo inferno.”

Como um órgão tão pequeno pode causar tanto mal?

Quando falamos além do necessário, destruímos relacionamentos e trazemos perturbação para a nossa alma! O som da nossa boca pode ser letal e fechar grandes portas!

Todos os dias, casamentos são destruídos, pessoas são demitidas, amizades de anos são desfeitas por causa de fofocas e agressões verbais.

Quem nunca se enroscou por falar mais do que deveria? Parece algo incontrolável, mas é sim! A Bíblia nos mostra que nós podemos ter domínio sobre tudo, principalmente sobre as palavras!

Quem é cheio do Espírito Santo tem suas características, e uma delas é o domínio próprio!

Gálatas 5.22 e 23: “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei.”

Ninguém consegue, do dia para noite, abandonar determinados hábitos, como: falar palavrão, reclamar de tudo ou xingar! Ter domínio próprio é um exercício diário. Por meio de um posicionamento espiritual, podemos construir novos hábitos.

Antes de tomar qualquer atitude, antes de sair por aí dizendo tudo o que pensa ou tudo o que sente, lembre-se de que as consequências podem ser fatais! Lembre-se de que sentimentos podem ser passageiros, mas as palavras podem gerar marcas eternas!

Lembre-se do que Tiago nos ensinou: as palavras podem ser pequenas fagulhas, mas são suficientes para incendiar uma floresta inteira!

Isso vale também para os fofoqueiros de plantão! Uma palavra pode ser o suficiente para destruir algo que levou anos para ser edificado! Por isso, antes de falar qualquer coisa, coloque-se no lugar de todo os envolvidos.

Antes de dar lugar à ira, faça uma saída estratégica: “Olha, podemos conversar depois? Preciso ficar sozinho! Não estou em condições para resolver isso agora, preciso refletir!”.

Lembre-se de que quem colhe vento semeia tempestade, mas aquele que semeia a paz terá um caminho de honra e alegria!

Esse é o recadinho que eu tenho para vocês nesta quarta-feira!

You Might Also Like

No Comments

    Leave a Reply