Siga-me

Navegue por categoria

Últimos posts

Em Cristo, temos liberdade para caminhar!

João 13.1 a 14: “Ora, antes da Festa da Páscoa, sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim. Durante a ceia, tendo já o diabo posto no coração de Judas Iscariotes, filho de Simão, que traísse a Jesus, sabendo este que o Pai tudo confiara às suas mãos, e que ele viera de Deus, e voltava para Deus, levantou-se da ceia, tirou a vestimenta de cima e, tomando uma toalha, cingiu-se com ela.

Depois, deitou água na bacia e passou a lavar os pés aos discípulos e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido. Aproximou-se, pois, de Simão Pedro, e este lhe disse: Senhor, tu me lavas os pés a mim? Respondeu-lhe Jesus: O que eu faço não o sabes agora; compreendê-lo-ás depois.Disse-lhe Pedro: Nunca me lavarás os pés. Respondeu-lhe Jesus: Se eu não te lavar, não tens parte comigo.

Então, Pedro lhe pediu: Senhor, não somente os pés, mas também as mãos e a cabeça. Declarou-lhe Jesus: Quem já se banhou não necessita de lavar senão os pés; quanto ao mais, está todo limpo. Ora, vós estais limpos, mas não todos. Pois ele sabia quem era o traidor. Foi por isso que disse: Nem todos estais limpos.

Depois de lhes ter lavado os pés, tomou as vestes e, voltando à mesa, perguntou-lhes: Compreendeis o que vos fiz? Vós me chamais o Mestre e o Senhor e dizeis bem; porque eu o sou. Ora, se eu, sendo o Senhor e o Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros.”

Em Gênesis 3.15, após a queda de Satanás, o Senhor disse a ele: ‘Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.’. Este descendente da mulher é Jesus, aquele que pisou na cabeça do inimigo.

Mais para frente, na Bíblia, nós vemos Davi falando: ‘Até o meu amigo íntimo, em quem eu confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar!’. Quem feriu o calcanhar de Jesus? O espírito de traição. Foi uma atitude de traição que O colocou em uma cruz, mas Jesus Cristo saiu mais que vencedor, e essa vitória está sobre nós.

Ali, naquele dia, ao lavar os pés dos discípulos, além de um ato de humildade, Jesus estava tirando da Sua Igreja a doença que poderia matá-la. Ele a estava purificando para que ela tivesse liberdade para se desenvolver.

Na Bíblia, existia um rei chamado Asa, que, em um determinado momento, redeu-se à religiosidade e acabou falecendo precocemente, por conta de uma terrível enfermidade que afetou os seus pés.

A religiosidade nos torna arrogantes, cruéis, covardes e escravos! Nos seus últimos momentos de reinado, Asa deixou de confiar em Deus, desprezou Sua vontade, aliançou-se com o rei da Síria, e entregou sua vida nas mãos dos médicos, desprezando a orientação do profeta. As consequências foram terríveis.

Nós não vamos caminhar como Asa, o religioso! Vamos caminhar como Jesus Cristo! Ele foi ferido em Seu calcanhar, mas, na cruz, pisou na cabeça de Satanás e o venceu! Essa vitória Ele conquistou para a Igreja, que somos nós! Ele lavou os pés dos apóstolos, para que nós pudéssemos caminhar em liberdade, ou seja, debaixo do envio do Senhor!

Hoje, nós vamos derrotar tudo o que tem amarrado os nossos pés e nos impedido de caminhar. Nós não vamos mais andar segundo a nossa carne, mas de acordo com a vontade de Deus. Vamos sair daqui purificadas e enviadas para caminhar com poder, vitória e unção.

O que fazem os pés apostólicos?

1- Andam pela fé

2- Pisam na cabeça do gigante! (1 Samuel 17.48 a 51)

Todas nós sabemos caminhar, mas, muitas vezes, mesmo sabendo dos seus benefícios, preferimos ficar paradas na nossa zona de conforto, ou seja, de ‘sedentarismo espiritual’. Muitas vezes, nós queremos que Deus simplesmente nos carregue no coloco. Jesus Cristo não disse: ‘Eu Sou uma estrada, venha e suba no carro!’. Ele é um caminho.

Nesta caminhada, precisamos dar um passo de cada vez. Cada passo, é uma vitória! Levanta e anda, não importa de onde você esteja saindo, o que importa é que Jesus está na sua frente, de braços abertos. Caminhe, mas caminhe alimentada por esta Palavra, caminhe acreditando, ainda que você não enxergue. Caminhe até que o mover apostólico invada todas as áreas da sua vida! O Senhor quer que você coloque sua fé em movimento!

You Might Also Like

No Comments

    Leave a Reply