Siga-me

Navegue por categoria

Últimos posts

Não seja o seu pior inimigo!

Muitas vezes, nós temos pensamentos, sentimentos e atitudes que acabam transformando todas as áreas de nossas vidas em um verdadeiro campo minado.

Sem perceber, destruímos relacionamentos, oportunidades e a nossa saúde, porque fazemos as piores escolhas. Em vez de sermos uma bênção, tornamo-nos o nosso pior inimigo!

Hoje, eu separei um tempinho para te ajudar a se reconciliar consigo mesmo.

Colossenses 3.5 e 6: “Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria; por estas coisas é que vem a ira de Deus [sobre os filhos da desobediência].”

Deus é tão maravilhoso, que nos deixou o livre-arbítrio, ou seja, não nos impõe nada!

É claro que, em nossa jornada, acabamos nos deparando com situações que fogem do nosso controle. Mas nós podemos escolher se vamos sofrer ou se vamos vencer, sabendo que o Senhor nos deu autoridade sobre nossas emoções e sobre tudo aquilo que veio para nos destruir.

Na passagem de Colossenses, Paulo nos ensina um segredo espiritual profundo! Para deixarmos de ser o nossos piores inimigos, para voltarmos ao projeto original, para assumirmos a condição espiritual que o Senhor tem para nós, precisamos matar a nossa natureza terrena.

O que isso quer dizer? Que, muitas vezes, os nossos piores inimigos moram dentro de nós! E nós precisamos eliminá-los, em vez de alimentá-los.

Na minha caminhada, eu aprendi que podemos exercer, pela autoridade entregue por Jesus Cristo, o poder de escolha entre uma vida de santificação ou uma vida afastada dos caminhos de Deus.

Para alguns, liberdade é sinônimo de autodestruição. Para mim, ser livre é saber dizer “não” e não praticar o que me faz mal. Existem pessoas que se acham livres, mas, na realidade, não conseguem dizer “não” para as drogas, “não” para o sexo e “não” para relacionamentos destrutivos, pois acham que não podem viver sem eles! Mas a verdadeira liberdade estar em andar no espírito, e isso só é possível quando deixamos de praticar as obras da carne.

Gálatas 5.19 a 21: “Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam.”

Gálatas 5.22 e 23: “Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei.”

Quem tem o Espírito Santo frutifica domínio próprio! No seu domínio próprio, frutifica paz. Na sua paz, frutifica longanimidade. Na sua longanimidade, a liberdade de praticar o bem, de pensar no que edifica e de, inclusive, dizer “não quero”! Mas isso tudo só é possível se você entregar, verdadeiramente, sua vida para Jesus!

Venha renascer em Cristo e saber o que é ser livre de mágoas, do ódio, de acusações, dos complexos… Venha renascer em Cristo e descobrir o que é ser livre para superar todos os desafios na força do Deus Todo-Poderoso.

Esse é o recadinho que eu tenho para vocês nesta quarta-feira!

You Might Also Like

No Comments

    Leave a Reply