Siga-me

Navegue por categoria

Últimos posts

Provérbios: uma fonte de sabedoria

Nesta segunda-feira (18), nós iniciamos a leitura bíblica do livro de Provérbios – compilação dos ensinamentos de um dos maiores reis de Israel no seu período de fidelidade a Deus.

Confira, a seguir, um estudo esclarecedor – baseado nas anotações da Bíblia Apostólica – sobre esta fonte inesgotável de sabedoria:

O autor:

Salomão, filho do rei Davi com Bate-Seba, é o autor de Provérbios. Sua imensa sabedoria – dom de Deus em resposta a um pedido seu – tornou-se conhecida internacionalmente. Até hoje, seu nome é associado a decisões inteligentes e justas.

O momento em que Salomão pede a Deus sabedoria:

1 Reis 3.7 a 12: “Agora, pois, ó SENHOR, meu Deus, tu fizeste reinar teu servo em lugar de Davi, meu pai; não passo de uma criança, não sei como conduzir-me. Teu servo está no meio do teu povo que elegeste, povo grande, tão numeroso, que se não pode contar. Dá, pois, ao teu servo coração compreensivo para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; pois quem poderia julgar a este grande povo?

Estas palavras agradaram ao Senhor, por haver Salomão pedido tal coisa. Disse-lhe Deus: Já que pediste esta coisa e não pediste longevidade, nem riquezas, nem a morte de teus inimigos; mas pediste entendimento, para discernires o que é justo; eis que faço segundo as tuas palavras: dou-te coração sábio e inteligente, de maneira que antes de ti não houve teu igual, nem depois de ti o haverá.”

O reconhecimento dele como grande rei:

1 Reis 4.29 a 34: Deu também Deus a Salomão sabedoria, grandíssimo entendimento e larga inteligência como a areia que está na praia do mar. Era a sabedoria de Salomão maior do que a de todos os do Oriente e do que toda a sabedoria dos egípcios. Era mais sábio do que todos os homens, mais sábio do que Etã, ezraíta, e do que Hemã, Calcol e Darda, filhos de Maol; e correu a sua fama por todas as nações em redor.

Compôs três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco. Discorreu sobre todas as plantas, desde o cedro que está no Líbano até ao hissopo que brota do muro; também falou dos animais e das aves, dos répteis e dos peixes. De todos os povos vinha gente a ouvir a sabedoria de Salomão, e também enviados de todos os reis da terra que tinham ouvido da sua sabedoria.”

O conteúdo e a estrutura:

Livro de sabedoria prática, Provérbios apresenta uma coletânea de pensamentos inspirados por Deus, com exortações e ensinamentos.

A principal estrutura do conteúdo do livro são os provérbios – sentenças curtas e objetivas, com mensagens de fácil compreensão. Muitos deles se valem de comparações, metáforas ou conexões com fatos do cotidiano.

Seu objetivo é levar seus leitores à verdadeira sabedoria, que é o conhecimento do Senhor, demonstrado através de uma vida de santidade e aliança.

O livro de Provérbios é apresentado em dois formatos. No primeiro (1 a 9; 22.17 a 23.5; 30 e 31), os ensinamentos são dissertativos, em construções mais longas, nas quais Salomão exorta-nos, principalmente acerca da santidade, com ênfase na condenação do adultério, da imoralidade e da prostituição.

Nos demais trechos, o livro está desenvolvido em provérbios propriamente ditos, com praticamente um ensinamento diferente em cada um dos seus versículos.

Os provérbios foram desenvolvidos para gerar reflexão sobre temas variados, como tempo, saúde, relacionamentos, família, riquezas, dons, trabalho, vida espiritual e sacerdócio.

Por: Bispa Fê

No Comments

    Leave a Reply