Siga-me

Navegue por categoria

Últimos posts

Série ” As bem-aventuranças”:  a justiça de Deus não falha

Depois de muitos pedidos, eu decidi iniciar uma nova série no meu blog, destacando alguns pontos importantes do tão conhecido Sermão da Montanha, ministrado por Jesus Cristo no Monte das Bem-Aventuranças.

Hoje, eu quero deixar uma mensagem restauradora para aqueles que têm sofrido injustiças!

Mateus 5.1 a 6: “Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte, e, como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos; e ele passou a ensiná-los, dizendo: Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos.”

Existe algo pior do que ser vítima de uma injustiça? Existe algo pior do que ser mal interpretado? Existe algo pior do que ser vítima de preconceitos? Existe algo pior do que ser julgado, sem direito à defesa?

Quando somos vítimas destas situações, sentimo-nos impotentes e diminuídos. E, para “ajudar”, somos bombardeados por comentários e pensamentos que só nos colocam ainda mais para baixo: “Se você tivesse mais poder ou mais dinheiro, tudo seria diferente!”… “Se você fosse mais bonito ou mais inteligente, o desfecho desta história seria outro.”… “Se sua família fosse influente, você teria direito à defesa…”.

Isso é tudo uma ilusão, porque, se andamos na luz e temos o Senhor à nossa frente, nada pode nos abalar!

Romanos 1.17: “…visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé.”

A sua justiça pertence a um Deus fiel, ilimitado e imutável. Por isso, aquiete o seu coração.

Tiago 1.20: “Porque a ira do homem não produz a justiça de Deus!”

Gálatas 6.7: “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.”

O melhor caminho diante de uma situação injusta é entregá-la a Deus. Precisamos aprender a interferir em nossas guerras espiritualmente. Em vez de entregar os pontos, clame: “Senhor, eu clamo para que o Senhor faça justiça nesta situação. Ajuda-me a ter paz no meio desta guerra! Mostre que o Senhor está no controle desta situação.”.

Salmos 37.5: “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará.”

Provérbios 20.22: “Não digas: Vingar-me-ei do mal; espere pelo Senhor, e Ele te livrará”

Quando tiramos a nossa mão, o Senhor coloca a d´Ele!

Isaías 58.8 a 11: “Então, romperá a tua luz como a alva, a tua cura brotará sem detença, a tua justiça irá adiante de ti, e a glória do Senhor será a tua retaguarda; então, clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás por socorro, e ele dirá: Eis-me aqui.

Se tirares do meio de ti o jugo, o dedo que ameaça, o falar injurioso; se abrires a tua alma ao faminto e fartares a alma aflita, então, a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia. O Senhor te guiará continuamente, fartará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam.”

Este é o recadinho que eu tenho para vocês nesta quarta-feira! Semana que vem, retomamos a série das Bem-Aventuranças!

You Might Also Like

No Comments

    Leave a Reply