A Melhor Notícia do Dia

O QUE A HISTÓRIA DE ANA NOS ENSINA?

 
Resultado de imagem para mae e filho
 
1 Samuel 1.11: “E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva te não esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao SENHOR o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.”
 
Ana tinha tudo para viver um sonho de amor... Mas se deixou levar pela frustração de não poder ter filhos. Seu marido, Elcana, acabou se casando com outra mulher – o que era permitido por lei, quando a primeira esposa não podia engravidar.
 
Esta segunda esposa, Penina, teve vários filhos e, por conta disso, acabava humilhando e provocando Ana, que, mesmo sendo amada incondicionalmente pelo marido, mergulhou em um mar de depressão.
 
Certo dia, Ana foi ao tabernáculo e orou a Deus de uma maneira diferente, não mais pedindo um filho para si, mas para entregá-lo ao Senhor.
 
Depois daquele voto, Deus lhe concedeu seu sonho, e ela se tornou mãe, não só de um, mas de outros filhos. Um deles, Samuel, foi um grande profeta e ungiu Davi, o maior rei de Israel.
 
O que fez tudo mudar?
 
Ana se sentia frustrada, infeliz e sem perspectivas de futuro. Suas expectativas em relação à maternidade não se cumpriram no tempo que ela esperava, nem do jeito que ela queria. Ela passou a ter pensamentos terríveis sobre si e sobre o Senhor.
 
Ela precisava vencer tudo isso, inclusive as provocações pelo fato de ser estéril. Tinha que vencer a si mesma e derrotar a esterilidade de uma maneira definitiva. Tinha que vencer a depressão e a amargura. Ela precisava parar de servir aos seus problemas e passar a servir a Deus.
 
Ana deu a volta por cima quando:
 
1- Experimentou o poder da oração
 
Ela chegou à presença de Deus humilhada, deprimida e desiludida. Ela se sentia tão sozinha e sem valor, que mais do que um filho, naquele momento, ela precisava sentir que tinha um Deus. Um Deus que a acolhesse, a amasse, a ouvisse, que enxugasse suas lágrimas, que a fizesse sentir que sua vida, apesar das sentenças contrárias, tinha um propósito.
 
Ela precisava crer que, acima de todos os seus fracassos, existia um Deus que não se enganou ao criá-la. Talvez, naquele momento, ela já nem acreditasse mais que o Senhor a ouviria, depois de tanto tempo sem resposta, mas seria sua última tentativa.
 
Ao se derramar em oração na presença de Deus, com sinceridade, o Senhor tirou o peso de seus ombros e lhe encheu de esperança. Ela não saiu gravida de um filho, mas gravida da promessa. Uma promessa que nunca poderia falhar.
 
2- Aprendeu a desejar para Deus e experimentou o poder de um voto
 
Durante a oração, Ana percebeu que, até então, desejava ter um filho para não ser mais chamada de estéril, para que seu marido não se casasse com outra, para não ser humilhada, para se sentir completa, para esfregar na cara de todos que falaram mal dela, para ser valorizada... Entretanto, nenhuma dessas razões abriu os céus e o foi chave para o milagre.
 
Conduzida pelo Espírito Santo – ciente da necessidade que a Casa do Senhor tinha de ter um sacerdote que sucedesse Eli – ela desejou um filho para entregar a Deus, para esta obra.
 
Quando fez este voto na presença do Senhor, sua sorte mudou. Por meio do seu voto, Ana entrou em aliança com Deus, ou seja, tudo que era d´Ele passou a ser dela também, gerando vida, bênção e graça. 
 
Onde Deus está, não há aridez ou esterilidade, mas há vida abundante. O voto que supre a Casa de Deus, em primeiro lugar, quebra as sentenças contrárias.
 
3- Cumpriu o voto e, por esse motivo, recebeu além do que pediu, pensou ou imaginou
 
Mais tarde, ao cumprir seu voto e levar Samuel, ainda criança, para ser criado pelo sacerdote Eli, Ana adora ao Senhor em oração.
 
1 Samuel 2.1 e 2: “Então, orou Ana e disse: O meu coração se regozija no SENHOR, a minha força está exaltada no SENHOR; a minha boca se ri dos meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação. Não há santo como o SENHOR; porque não há outro além de ti; e Rocha não há, nenhuma, como o nosso Deus.”
 
1 Samuel 2.21: “Abençoou, pois, o SENHOR a Ana, e ela concebeu e teve três filhos e duas filhas; e o jovem Samuel crescia diante do SENHOR.”
 
O voto traz à existência o que não existe e nos faz mais que vencedores. 
Publicação 16/01/2017, Por Assessoria de Imprensa
A Melhor Notícia do Dia

COMO SER UM VERDADEIRO DISCÍPULO?

 
Resultado de imagem para mulher andando na estrada
 
Olá, tudo bem? Hoje, no meio de toda essa loucura que nós vemos nos jornais, eu quero dividir com você a melhor notícia do dia. Ela está em João 8.31: “Disse, pois, Jesus ao judeus que haviam crido n´Ele: Se vós permanecerdes na minha Palavra, sois verdadeiramente meus discípulos.”.
 
O que nos faz discípulos de Jesus? Em sua vida terrena, Jesus Cristo escolheu seus discípulos e os chamou pelo nome. E, nesta seleção, eu percebi que todos eles estavam trabalhando ou realizando alguma atividade! O que isso quer dizer? Que Deus trabalha com pessoas belicosas!
 
Então, para andar com Jesus, antes de qualquer coisa, precisamos sair do nosso ponto de acomodação. Precisamos nos mover em oração, em atitudes de fé, nos dedicar em todas as atividades, precisamos evoluir!
 
Outro detalhe que a Palavra nos mostra é que se tornam discípulos aqueles que permanecem na fé! O que eu mais vejo hoje são pessoas inconstantes, não só no que diz respeito à espiritualidade, mas em tudo! Vivem confusas, cheias de questionamentos e dúvidas. Por isso, o mundo é carregado de traições, corrupção e mentiras!
 
Mas um verdadeiro discípulo tem envio, direção e proteção, ou seja, não anda errante!
 
Que hoje, no meio das tentações e das pressões, você escolha permanecer inabalável e siga os conselhos que o Senhor nos deixou.
 
Ser conselheiro é uma das características do nosso Deus! Sempre haverá um conselho para aqueles que O buscam.
 
Nós fomos criados à imagem e semelhança desse Deus de amor! Nossas escolhas nos tornam filhos e discípulos d´Ele.
 
Quero terminar o post de hoje, com Jó 42.5: “Eu te conhecia só de ouvir falar, mas agora os meus olhos te veem.”.
 
Que este versículo seja uma verdade na sua vida!
Publicação 12/01/2017, Por Assessoria
Comportamento

A VIDA EM UMA MONTANHA RUSSA: COMO LIDAR COM OS DISTÚRBIOS DE HUMOR?

 
Resultado de imagem para disturbios de humor
 
Todo o ser humano passa por diversas alterações do seu estado de ânimo, desde o momento de acordar até a hora de dormir, dependendo dos acontecimentos em casa, no trabalho, na rua e assim por diante.
 
Se a pessoa passou por momentos desgastantes em um único dia, é natural que, quando esse dia acabe, ela esteja sem energia, cansada e triste.
 
Entretanto, existem transtornos que são muito mais intensos e que alteram de forma persistente o estado de humor, sem que o individuo consiga compreender nem controlar essa alteração, são os chamados “distúrbios do humor”.
 
Para tirar todas as dúvidas referentes ao assunto, relembre, no vídeo abaixo, a entrevista que a Bispa Fê realizou com a psicóloga e psicoterapeuta Olga Tessari, no programa “De Bem com a Vida”, da Rede Gospel de Televisão:
 
Publicação 12/01/2017, Por Assessoria
+QV

A VIAGEM DOS SONHOS!

 
Em maio deste ano, o projeto Mais que Vencedoras (+QV), da Igreja Renascer em Cristo, em parceria com a Hebrom Turismo, realizará uma viagem inesquecível e incomparável. O destino será Paris, mundialmente conhecida como a “Cidade Luz”.
 
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo
 
Além de conhecerem os principais pontos turísticos e históricos da capital francesa, as participantes da caravana serão ministradas pelo Apóstolo Estevam Hernandes e pelas Bispas Sonia e Fernanda Hernandes, em uma catedral americana, e participarão de uma palestra no Museu do Louvre.
 
O pacote inclui:
 
- Passagem aérea em classe econômica (ida e volta);
 
- Hospedagem em hotel quatro estrelas, com café da manhã e apartamento duplo;
 
- City tour em Paris;
 
- Visita ao Museu de Paris e à casa de Victor Hugo;
 
- Tarde de compras na Rue Rivoli;
 
- Visita à região de Champagne;
 
- Visita e palestra no Museu do Louvre;
 
- Participação no Encontro +QV na Catedral Americana de Paris;
 
- Entrada nos pontos turísticos e museus, conforme o itinerário;
 
- Seguro Viagem;
 
- Tours e traslados em ônibus de luxo com ar-condicionado (capacidade: uma mala de até 30 kg por pessoa);
 
- Guia turístico que fala em português;
 
- Taxas e gorjetas.
 
Obs.: Almoços e jantares não estão inclusos.
 
Para mais informações, acesse hebromturismo.com.br ou ligue para (11) 2639-0799.

 

Publicação 11/01/2017, Por Assessoria