Família

OS SETE MAIORES ERROS DOS PAIS NA HORA DE EDUCAR OS FILHOS

 
Imagem relacionada
 
É dentro de casa que as crianças aprendem como lidar de forma positiva com a vida, sabendo lidar com as frustrações! Nesse sentido, educar é ensinar aos filhos o que é certo, o que é errado e também como se comportar de forma civilizada com as pessoas ao seu redor. Afinal, vivemos em sociedade e temos que seguir regras para um bom convívio social. E é fundamental aprender a lidar com as frustrações que a vida trará: nada melhor do que aprender tudo isso dentro de casa para não sofrer depois!
 
E, se a criança é egoísta, é necessário que os pais busquem entender o comportamento inadequado dos filhos, perguntando-se o que os leva a agirem dessa forma e refletirem de que forma atuarão para que os filhos modifiquem seus comportamentos egoístas. Vale lembrar também que as crianças necessitam de atenção e carinho, não só de cuidados. Por isso, é importante que os pais dediquem parte do seu tempo para conviverem com seus filhos!
 
Aqui, vão alguns erros que os pais deveriam evitar de forma que possam dar uma educação adequada para seus filhos, preparando-os adequadamente para a vida:
 
Falar uma coisa e fazer outra bem diferente (quebrar regras)
 
 
As crianças nascem sem saber absolutamente nada acerca do mundo: são os pais que vão apresentar o mundo a elas e, por isso, eles se tornam referência para os filhos. As crianças aprendem imitando os pais e, como elas ainda não têm uma linguagem bem desenvolvida, o comportamento e exemplo dos pais é muito mais importante do que as palavras ditas por eles. Portanto, os pais devem se policiar no sentido de se comportarem de acordo com o que pregam: não adianta nada falar uma coisa e fazer outra bem diferente. Certamente as crianças vão questionar essa diferença para entender porque elas não podem se comportar exatamente como eles. Um bom exemplo: como os pais podem querer que os filhos comam verduras se eles mesmos não comem e fazem cara feia diante dos legumes e verduras? Outro exemplo: proibir os filhos de comer vendo televisão e um dia o pai ou a mãe sentar-se à frente da TV e comer. Óbvio que os filhos vão questionar e chamar a atenção deles para a quebra da regra imposta por eles mesmos.
 
Desautorizar o pai ou a mãe na frente da criança!
 
 
Os pais sempre devem concordar entre si nas suas atitudes com os filhos, pelo menos na frente deles! Se o pai estipulou um castigo, mesmo que a mãe seja contrária a ele, ela jamais deverá desautorizá-lo ou questionar a atitude dele diante dos filhos: ela deve discutir com o marido bem longe dos filhos depois e, diante deles, ela deve acatar e apoiar a decisão do pai. E, se a mãe disser não para o filho, o pai também deve dizer não. Agindo dessa forma, ambos mantêm a autoridade diante dos filhos e ensinam aos filhos que, quando ambos dizem não é não e não se fala mais nisso. Quando os pais agem dessa forma, eles ensinam aos filhos que não existe “jeitinho” para eles conseguirem o que desejam e evitam que seus filhos se tornem manipuladores no futuro.
 
Falar mal do cônjuge para os filhos
 
 
Problemas do casal jamais devem ser discutidos na frente dos filhos e os pais nunca devem exigir ou chantagear seus filhos para que tomem partido de um deles em detrimento do outro. Agir dessa forma gera insegurança nos filhos, faz com que eles tenham um péssimo exemplo de afetividade e sofram porque amam os dois da mesma forma. Uma coisa é ser um casal e outra bem diferente é ser pai e mãe.
 
Ceder à birra dos filhos
 
 
Se a criança nasce egoísta, é óbvio que ela vai agir para que seus desejos sejam satisfeitos sempre. Nesse sentido, quando ela é contrariada, vale fazer tudo para conseguir o que deseja: chorar, espernear, gritar, morder, bater, etc. Agindo assim, ela desafia e testa os limites dos pais o tempo todo. Cabe aos pais jamais cederem à birra, sendo pacientes e explicando com calma que nada do que ela fizer vai adiantar porque eles não voltarão atrás na decisão deles.
 
Não dar explicações!
 
 
Não é fácil ditar regras e as crianças seguirem. Por isso, é importante explicar para elas o porquê de elas não poderem fazer determinada coisa. Vale dizer que regras bem compreendidas são mais facilmente seguidas. Mas não adianta explicar demais: é fundamental que os pais saibam explicar de forma que as crianças possam entender porque não podem fazer aquilo: ser direto e objetivo na explicação. Se a criança não entender, ela vai perguntar e é hora de rever a forma como a explicação foi realizada.
 
Mentir
 
 
Pais que mentem para seus filhos ou que fazem uso de chantagens para convencê-los a fazerem o que deve ser feito, correm um risco enorme de terem filhos mentirosos! Além disso, quando as crianças descobrem a mentira, elas podem perder a confiança em seus pais.
 
Fazer chantagens ou ameaças
 
 
Ameaçar os filhos com punição quando eles são desobedientes, e não cumprir com o prometido, enfraquece a autoridade dos pais e faz os filhos não temerem mais essas ameaças ou chantagens, até porque sabem que seus pais não as cumprem. Por isso é importante que os pais cumpram sempre o que prometem, seja uma punição ou um presente pelo bom comportamento. O melhor a fazer é não ameaçar, mas avisar o filho, de forma firme, o que vai acontecer se ele não fizer o que deve ser feito. Um exemplo: “se você não parar de brigar com sua irmã, hoje você não vai jogar videogame”. Avisou, tem que cumprir! E, na próxima vez que isso acontecer (o filho brigar com a irmã), simplesmente dizer: “lembra do que aconteceu da última vez que você brigou com sua irmã? Você ficou sem jogar! Quer repetir isso de novo hoje? Acho que não, né?”.
 
 
Redação iGospel
Fonte: Dra. Olga Tessari (psicóloga, psicoterapeuta, consultora comportamental, pesquisadora e escritora)
 
Publicação 23/06/2017, Por Bispa Fê
A Melhor Notícia do Dia

UM NOVO DIA, UM NOVO COMEÇO!

 
 
Salmos 90.12: “Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio.”
 
Bom dia com muita alegria!
 
Hoje, acordei meditando sobre a importância de sabermos viver o presente de maneira sábia!
 
Muitas vezes, contamos perdas, dores, problemas... e acumulamos mágoas, deixando o nosso coração ferido, e o ambiente, nebuloso! Passamos, então, a contar nossos dias pela dor...
 
Hoje, quero te convidar a trazer à memória o que te faz forte, confiante, determinado, destemido...
 
Conte seus sonhos, seus planos e suas experiências com Deus... Desta forma, no lugar da dor, a sabedoria passará a habitar o seu coração!
 
Lembre-se de que, para o Senhor, não existem situações irreversíveis, não existem doenças incuráveis, não existem problemas sem soluções, não existem danos irrecuperáveis... Não existem impossíveis!
 
Que seu dia hoje seja incrível!
 
Deus abençoe <3
Publicação 22/06/2017, Por Bispa Fê
Saúde

9 HÁBITOS QUE TE DÃO MAIS DISPOSIÇÃO

 
Resultado de imagem para felicidade
 
Você é o tipo de pessoa que acorda de manhã super animada e com a maior disposição, mas chega na hora do almoço já está se sentindo cansado ou muito disperso no trabalho? Isso pode estar acontecendo porque o seu corpo está com o horário de sono “desregulado” ou você não está fornecendo energia o suficiente para ele no decorrer do dia.
Felizmente, com adoção de alguns hábitos simples, você pode gozar de uma super disposição o dia inteiro e aproveitá-lo muito mais!
 
Café da manhã reforçado
 
O nutrólogo Roberto Navarro, de São Paulo, explica que a primeira refeição do dia deve ter pelo menos 25% do valor energético total de um dia todo. O ideal é que sejam evitados pela manhã alimentos com alto índice glicêmico, como açúcares, doces, pães, bolachas, biscoitos recheados e bolos, pois eles podem levar a uma queda súbita da glicose sanguínea e provocar dificuldade de concentração, fadiga mental e até irritabilidade. “Por isso, não seria interessante abusar desses alimentos citados, salvo quando ‘integrais’, pois esses têm menor índice glicêmico”, diz Roberto.
 
 
O café em pequenas quantidades (até 1 xícara de chá) pode melhorar a disposição e a atenção. Já alimentos muito gordurosos não são recomendados por exigirem um maior trabalho na digestão e, consequentemente, dar a sensação de “cansaço”. O café da manhã perfeito deve conter cereais integrais, frutas, oleaginosas e alguma proteína, como iogurte natural, queijo branco ou peito de peru.
 
Levante-se e movimente-se
 
Um estudo feito por pesquisadores da California State University, em Long Beach (EUA), afirma que fazer uma caminhada de 10 minutos te deixa acordado e com mais energia por até duas horas. Isso se dá porque a caminhada fornece mais oxigênio para nosso cérebro e músculos, deixando-os “ligados” por mais tempo.
 
 
Se você trabalha em um escritório, levante-se e faça pequenas caminhadas durante o dia, como ir até o restaurante para comer. Isso fará com que você se sinta mais alerta e refrescado. O clínico geral Felippo Pedrinola conta que essa prática promove a redução do estresse crônico e possibilita interações com outras pessoas e situações, contribuindo para o bem-estar.
 
Hidrate-se
 
 
“Uma boa hidratação é essencial para melhorar a disposição física e mental”, diz Roberto. A recomendação é de dois litros de água por dia. Porém, Roberto alerta que, durante uma refeição, não devemos ingerir mais de 200 ml de líquidos, pois acima disso há uma diluição do suco gástrico, o que prejudica a eficiência digestiva.
 
Tome um pouco de sol
 
 
A liberação de alguns hormônios como cortisol e melatonina é regulada em horários específicos no decorrer do dia e sofre sim influência da luz do sol. “Ter a percepção correta de manhã, tarde e noite é fundamental para a regulação hormonal e o bem estar físico e mental”, afirma Roberto Navarro.
 
Dê um descanso aos olhos
 
 
Para aqueles que trabalham com computador ou constantemente lendo algum documento, saibam que a fixação contínua - seja na tela ou em um leitura - pode causar fadiga visual e piorar a sonolência e o cansaço. Desviar o olhar do trabalho por alguns minutos periodicamente, para relaxar, é uma boa pedida.
 
Respire
 
A respiração profunda aumenta os níveis de oxigênio do sangue no corpo. Isso diminui a frequência cardíaca, regula a pressão sanguínea e melhora a circulação, auxiliando o desempenho mental e energético. O clínico geral Filippo Pedrinola conta que um bom exemplo de exercício do tipo são os chamados mini-relaxamentos de respiração.
 
 
Antes de fazer aquela ligação difícil ou entrar numa reunião pesada, feche os olhos e inspire lentamente contando até 4, prenda a respiração por 2 segundos e expire contando até 4. “Faça isso por cinco minutos quantas vezes quiser, procurando respirar menos de 10 vezes por minuto”, diz o clínico.
 
Converse um pouco
 
 
Se você sentir que está ficando cansado ou com falta de concentração, experimente conversar com seu colega da mesa ao lado. Uma conversa descontraída pode fazer sua mente funcionar novamente. Pesquisadores do Instituto de tratamento do sono Maimonides Sleep Arts & Sciences afirmam que conversar com um colega sobre uma ideia de negócio, política ou religião é um estimulante muito forte de comportamento - especialmente quando é uma conversa sobre política.
 
Saia da rotina
 
 
O clínico geral Filippo Pedrinola explica que a mudança da rotina, nem que seja de pequenas coisas, pode estimular novas conexões cerebrais. Esse fenômeno é conhecido como neuroplasticidade e ajuda nossa mente a ficar mais alerta.
 
Faça um lanchinho
 
 
Devemos nos alimentar a cada três horas em média para evitar queda de glicose no sangue e prejudicar nossa concentração e disposição física. “Se você sentir-se cansado ou disperso e estiver mais que três horas sem ter se alimentado, vale recorrer a um lanche mais leve, como fruta, iogurte ou barra de cereais”, diz Roberto.
 
 
Fonte: MinhaVida
Publicação 21/06/2017, Por Bispa Fê
Ministério

MEU CORAÇÃO ESTÁ ONDE ELE ESTÁ!

 
Bild könnte enthalten: 3 Personen, Personen, die lachen, Personen, die stehen, Sonnenbrille und im Freien
 
Mateus 6.21: “Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.”
 
Começo esta semana grata a Deus! Mas grata também às pessoas que me apoiam quando eu estou para afundar, às que me dão suporte quando eu balanço...
 
Eu aprendi que o sucesso na vida é esse: o orgulho de retribuir em dobro todo o que se recebe!
 
Meu tesouro está nos lindos relacionamentos que Deus me presenteou, principalmente a minha família espiritual – a família Renascer – e esse povo lindo apostólico que eu amo!
 
Meu coração está na minha família, que, depois de Deus, é meu maior patrimônio...
 
Como é bom poder abraçar quem amamos, e, nesse abraço, sermos curados! Foi exatamente isso o que aconteceu comigo na Marcha para Jesus! Isso não tem preço!
 
Do que adianta ao homem ganhar um mundo inteiro e perder sua alma? O que daria um homem em troca de sua alma? Já é tempo de olhar para dentro, ser é muito mais que ter, não é mesmo?
 
Esta é a minha pequena reflexão para hoje!
 
Sou muito grada por ter participado com a Igreja de Cristo na Marcha para Jesus! É ali, no meio do povo de Deus, que o meu coração está!
 
Bild könnte enthalten: eine oder mehrere Personen, Personen, die stehen und im Freien
Publicação 20/06/2017, Por Bispa Fê